Carrinho
Novidades
11/02/2015

PREVENÇÃO DE ACIDENTES EM PISCINAS

Com o objetivo de informar ao público e de evitar acidentes, seguem algumas orientações importantes de utilização e operação de piscinas. Seguem também esclarecimentos sobre os projetos de piscinas executados pela nossa empresa a Prolazer Piscinas de Porto Alegre/RS:
1) Conforme normas técnicas (ABNT 10339) e legislação vigente, os sistemas de sucção da filtragem pelos ralos de fundo devem ser feitos com dois ralos interligados e afastados. Todas as piscinas que tem projeto da Prolazer seguem esta norma, com no mínimo dois ralos interligados e afastados com 1,5m de distância entre eles. Este cuidado no projeto e execução é uma proteção que evita que banhistas fiquem presos pela força da sucção da bomba em um ralo, já que o outro ralo compensa a força da sucção;
2) O bocal do aspirador na parede da piscina, usado para conexão da mangueira e aspirador deve ser usado somente durante a aspiração. É importante que após a aspiração esse registro seja novamente fechado na casa de máquinas e a sucção dos ralos de fundo abertas novamente, onde o afastamento dos ralos garante a distribuição da força da sucção da bomba. O técnico de limpeza não pode e não deve deixar a bomba funcionando com somente o registro do aspirador aberto após a aspiração (apesar deste se localizar na parede próximo à superfície da água). O bocal de aspiração também tem uma tampa que pode ser fechada dentro piscina como medida de segurança adicional, além do registro fechado na casa de máquinas. Esta orientação sobre o registro da aspiração consta na página 10, item 2 do título IMPORTANTE no manual da Prolazer (recebido por todos os nossos clientes na entrega da piscina), disponível para envio em PDF;
3) É também muito importante que o proprietário e o técnico responsável pela manutenção e limpeza da piscina verifiquem periodicamente o estado de conservação dos dispositivos, ralos e grades de fundo instalados na piscina. Caso haja algum destes dispositivos quebrados, danificados ou com peças faltando deverá ser suspenso o uso da piscina, e feita a manutenção para correção do problema. Não deve ser liberada para banho a piscina que tenha seus dispositivos com canos abertos, sem tampas ou parcialmente quebrados. Este cuidado também ajuda a evitar o risco de que banhistas fiquem presos pelos cabelos na tubulação de sucção. Este aviso, entre outros, consta na página da 16 do manual da Prolazer, no título informações de segurança. Lembramos que muitas vezes a correção de problemas existentes ou a instalação de melhorias, como as novas tampas mais modernas nos ralos, esbarram em o proprietário ou gestor não estar disposto a esvaziar a piscina e “desperdiçar“ a água ;
4) O novo projeto de lei que trata sobre a prevenção de acidentes em piscinas, está em fase final de aprovação e deverá regulamentar as piscinas brasileiras quanto a segurança. Esta lei (projeto de lei substitutivo de abril de 2014 do original nº 1.162, de 2007) indicará todos os aspectos necessários a que as piscinas residenciais e coletivas deverão atender. Ressaltamos que a Prolazer, junto com seus fornecedores e parceiros de SP, é pioneira e já disponibiliza uma linha de produtos para segurança na piscina que se enquadram na futura lei: Ralos anti-aprisionamento e bombas com sistemas de segurança/desligamento automático baseados em normas de segurança internacionais. Temos materiais informativos disponíveis que explicam em detalhes essas proposta de lei em andamento e também o funcionamento desses novos materiais que serão obrigatórios.
A segurança das piscinas e dos nossos clientes é e sempre foi quesito primordial nos serviços e obras executados pela Prolazer Piscinas.
Estamos a disposição para maiores informações, bem como para o envio de nossos manuais e materiais sobre o assunto a quem se interessar, alguns estão disponiveis no link: https://www.prolazer.com.br/institucional/!#/download. Faça contato por aqui pelo nosso site ou por e-mail: prolazer@prolazer.com.br